Reflexão: Identidade

Olá leitores, estamos de volta com mais uma reflexão! Texto já publicado no Instagram há algum tempo, editado para compartilhar com vocês aqui. Espero que seja um conteúdo relevante e motivador para tua vida!

Identidade. Não apenas um papel com um número, não apenas uma posição social. Buscando muito mais profundo, é a definição de quem você é e qual é o seu valor neste mundo.

Quem nunca parou para perguntar: quem eu sou? Por que eu nasci? Qual é o propósito da minha existência? Eu sempre fiz essas questões profundas para Deus…

Eu já fui (e sou) muitas coisas: filha, esposa, aluna, professora, discípula e discipuladora. Já exerci muitas atividades: estagiária, atleta, voluntária, empreendedora, viajante… Trabalhei com gestão, com treinamento, com comida, com planta, com artesanato, com educação, entre outras coisas…

Mas quando a maternidade chegou, ela destruiu minha identidade, me desconstruiu, me sentia confusa, perdida, sobrecarregada de emoções. Já não tinha certeza de nada, e se minha missão de vida estava clara em 2016, em 2018 eu mal acreditava que podia ser útil e relevante novamente. O puerpério é uma fase difícil, mas para mim parecia que nunca iria acabar!

Estava perdida na identidade de “mãe”. “Agora você é mãe em tempo integral? Agora você é só mãe?” Eu renunciei a todas as minhas “identidades” para me tornar “mãe da Alice” e quase esqueci da minha identidade principal: “filha de Deus”.

E foi pela Graça que Ele me alcançou e me fez lembrar dessa verdade, que me trouxe esperança, que me curou. Sim, eu tive depressão, mas em Deus encontrei a cura e minha real identidade: filha do Rei Eterno, gerada para trazer seu Reino!

Novamente acredito que tenho uma missão, voltei a acreditar que se ainda estou aqui, é porque minha vida tem utilidade e posso servir para o plano eterno de Deus, entregando meu talento em Suas mãos.

E você, qual é sua identidade? Qual é seu propósito de vida? Saiba que não importa quantos anos você tem, a oportunidade de viver seus sonhos está diante de você, basta dar um passo para fora da zona de conforto e abraçar o plano lindo de Deus para sua vida!

“Lembro-me da minha aflição e do meu delírio, da minha amargura e do meu pesar. Lembro-me bem disso tudo, e a minha alma desfalece dentro de mim. Todavia, lembro-me também do que pode dar-me esperança: Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis.”

Lamentações de Jeremias 3: 19-22

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s